quinta-feira, 24 de março de 2011

Banco de questões: Idade Moderna

01. “ Após ter conseguido retirar da nobreza o poder político que ela detinha enquanto ordem, os soberanos a atraíram para A corte e lhe atribuíram funções políticas e diplomáticas.”

Esta frase de Weber, refere-se ao processo que, no ocidente:

A) Permitiu ao estado dominar politicamente a nobreza na passagem da Idade Média para a Moderna.
B) Conservou os privilégios políticos da nobreza, na passagem da alta idade média para a baixa idade média.
C) Estabeleceu a dominação social da nobreza, na passagem da antiguidade para a Idade Média.
D) Destruiu a dominação social da nobreza, na passagem da Idade Moderna para a contemporânea.

Resposta: A

02. Relacione as características apresentadas a seus respectivos autores:

A - Thomas Hobbes.
B - Nicolau Maquiavel.
C - Jacques Bossuet
D - Jean Bodin.

( ) “… o poder supremo sobre os cidadãos e súditos, sem restrições determinadas pelas leis pertence ao rei...”
( ) ”... a política é uma atividade completamente distinta da moral, não devendo o soberano se prender a questões éticas...”
( ) ”...é necessário que todos os homens renunciem a suas vontades individuais e que estas sejam entregues ao soberano...”
( ) ”... o trono real não é o trono de um homem, mas o trono do próprio Deus...”

A resolução CORRETA é:

A) D – B – A – C
B) C – B – A – D
C) C – A – B – D
D) B – C – A – D

Resposta: A


03. O “Mercantilismo” típica “política econômica” da modernidade européia apresentava como sua característica fundamental:

A) A defesa intransigente do liberalismo econômico em função da ascensão da burguesia, muito prejudicada pelas constantes interferências das monarquias nos assuntos econômicos.
B) O dirigismo estatal baseado numa aliança rei/burguesia em que os dois lados compartilhavam em igualdade de condições a administração do estado.
C) Uma política aduaneira baseada na livre circulação de mercadorias aliada a uma política de baixas alíquotas sobre a importação de manufaturados.
D) Uma pesada interferência do estado nas questões econômicas com o objetivo de, entre outras coisas, garantir os monopólios e privilégios.

Resposta: D


04. A Expansão Marítima Européia dos séculos XV e XVI deixou como legado:

A) A consolidação do geocentrismo em função das várias descobertas que eliminaram as dúvidas existentes sobre o tema.
B) O significativo avanço da cartografia em função do aumento da precisão dos mapas que passaram a contar com dados mais precisos e amplos.
C) O deslocamento do eixo econômico mundial da Europa para o “Novo Mundo” em particular para as colônias inglesas.
D) A perda de prestígio do heliocentrismo, teoria que caiu por terra em função das descobertas realizadas no período.

Resposta: B

05. O Renascimento artístico e cultural, ocorrido na Europa no final da Idade Média e no início da Idade Moderna apresentou características bem definidas entre as quais NÃO podemos incluir:

A) A busca pela perfeição por parte do artista que, dessa forma, esforçava-se ao máximo, para ir além da arte e enveredar pela pesquisa em vários outros “ramos da árvore do conhecimento”.
B) O fortalecimento da Igreja Católica que, na condição de principal mecenas dos maiores artistas, monopolizou as manifestações artísticas atrelando-as à sua visão de mundo.
C) A valorização dos valores humanistas em detrimento das interpretações místicas, milenaristas e fatalistas que inibiam o desenvolvimento cultural na maior parte do período medieval.
D) Uma postura racionalista que procurava rechaçar as interpretações dos fenômenos naturais e do desenvolvimento social baseadas em valores puramente religiosos.

Resposta: B

Nenhum comentário:

Postar um comentário